Dólar cai após Previdência avançar para o Senado e com dados positivos da China Por Reuters – Investing.com

© Reuters. (Blank Headline Received)

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar recuava ante o real nesta quinta-feira, acompanhando o exterior, onde dados positivos da China acalmaram parte dos temores ligados à disputa comercial entre chineses e norte-americanos, e tendo como pano de fundo a conclusão da votação da reforma da Previdência na Câmara, que agora seguirá ao Senado

Às 10:21, o dólar recuava 0,55%, a 3,9531 reais na venda.

Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,48%, a 3,9749 reais na venda.

O dólar futuro de maior liquidez perdia cerca de 0,3% neste pregão.

Do cenário externo, dois fatores colaboraram para amenizar em parte o sentimento de aversão ao risco que prevaleceu na véspera ligado à disputa comercial entre Estados Unidos e China.

Dados divulgados nesta quinta-feira mostraram que as exportações de julho na China cresceram 3,3% em relação ao ano anterior, enquanto analistas esperavam uma queda de 2%. Foi o ritmo mais forte desde março.

Autoridades chinesas também fixaram o valor diário do iuan em um nível mais firme do que muitos esperavam, sinalizando intenção de estabilizar a queda da moeda.

“Essa sinalização da China, ou a expectativa de que a China aliviará um pouco as pressões, acaba trazendo um alívio, até porque a (aprovação da reforma da) Previdência já estava na conta”, disse o analista-chefe da Geral Asset, Carlos Müller.

Entretanto, apesar da melhora neste pregão, investidores reiteram que a volatilidade e a cautela permanecem no mercado e não descartam uma rápida reversão do movimento, com agentes ainda posicionados em ativos seguros e defensivos.

Em evento em São Paulo nesta manhã, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reconheceu que a tensão comercial está começando a afetar alguns mercados emergentes.

Do cenário local, a Câmara dos Deputados concluiu no fim da noite de quarta-feira a votação em segundo turno da reforma da Previdência, com parlamentares rejeitando todos os destaques apresentados. O texto seguirá agora ao Senado.

As expectativas para a tramitação do texto no Senado são positivas, sob a percepção de que o caminho da matéria na Câmara seria mais tumultuado.

O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse no Twitter que o texto da reforma deve chegar ao Senado às 12h e que ele fará a leitura da PEC no plenário e em seguida a encaminhará à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

O BC realiza nesta sessão leilão de até 11 mil contratos de swap cambial tradicional, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento outubro de 2019.

(Por Laís Martins)

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!