Governo prevê levantar R$600 mi com leilão da Lotex – Exame

Segundo secretário do Ministério da Economia, foram feitas adaptações no edital para torná-lo mais atraente para investidores

Por Reuters

access_time 14 ago 2019, 19h00

Rio de Janeiro – O governo federal vai tentar novamente vender a Lotex, braço de loterias instantâneas da Caixa Econômica Federal, disse à Reuters o secretário de Planejamento, Loteria e Energia do Ministério da Economia, Alexandre Manoel.

O novo edital será divulgado ainda esse mês, provavelmente no dia 26, com o certame previsto para outubro. Segundo ele, foram feitas adaptações no edital para tornar o certame mais atraente para investidores.

“Achamos que dessa vez vai (acontecer). Ouvimos o mercado, mudamos as regras e tornamos esse projeto ainda mais atraente”, disse Alexandre Manoel à Reuters.

O valor mínimo da outorga para a negócio será de cerca de 600 milhões de reais. Para tornar o ativo mais interessante, o vencedor da disputa poderá parcelar a compra em oito vezes. A versão anterior do edital previa o pagamento em quatro vezes.

Além disso, a receita mínima anual exigida dos grupos para poderem participar da concorrência foi reduzido de 1,2 bilhão para cerca de 600 milhões de reais.

“Estruturamos esse leilão para ter concorrência e competição e temos interesse que os melhores venham porque o governo também vai ganhar”, disse ele.

Segundo o secretário, o novo edital prevê que o governo terá direito a receber 16,7% do faturamento do operador da Lotex, sem contar Imposto de Renda e demais impostos.

A perspectiva é de que a concessão eleve fortemente os pontos de venda. Hoje, há 13 mil pontos de venda e a projeção é de que nos próximo anos essa rede chegue a 65 mil pontos.

“O mercado de loteria no Brasil está distante da média mundial e esperamos uma ampliação do mercado, com mais faturamento e muitos empregos”, concluiu.

Previsto inicialmente para acontecer em junho de 2018, com lance mínimo de 1 bilhão de reais, o leilão da Lotex teve a data adiada várias vezes e recebeu ajustes para tentar aumentar o interesse e sanar preocupações de investidores.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!