Fernández diz que suas políticas não levarão a um calote da dívida – Exame

Buenos Aires – O candidato de oposição à presidência da Argentina, Alberto Fernández, afirmou nesta quarta-feira que suas políticas não levarão a um calote na dívida, acrescentando que, em um telefonema com o presidente Mauricio Macri, ambos concordaram que desejam que o volátil mercado do país se estabilize.

Mencionando sua equipe, o político de centro-esquerda disse que “sentimos que o povo apoiou nossa proposta… E a proposta não contempla nem um calote nem um risco de não pagamento da dívida nem o não reconhecimento das obrigações do Estado”.

Fernández liderou com folga as eleições primárias argentinas no domingo, o que gerou turbulências na economia do país, afetando fortemente o peso e o mercado acionário local.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!