Fontes do governo apostam que acordo Mercosul-UE sobrevive sem Macri – Exame

O governo brasileiro avalia que o acordo firmado entre a União Europeia e o Mercosul é um selo de aprovação internacional que pode ser útil para o próximo presidente argentino, segundo três autoridades do governo brasileiro que dizem esperar que o candidato peronista Alberto Fernandez se mostre pragmático caso vença a eleição em outubro.

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, não esconde sua antipatia por Fernandez – e referiu-se à chapa do candidato argentino como “bandidos de esquerda”.

Segundo duas fontes do ministério da Economia e um ministro palaciano, o recente acordo comercial deve sobreviver a uma mudança de governo, devido a seus potenciais benefícios para a economia argentina. Fernandez não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Embora o candidato tenha questionado publicamente o valor do acordo e alertado sobre um possível dano que poderia causar, as autoridades brasileiras acreditam que seus comentários são em grande parte retórica de campanha e que a moderação prevalecerá se chegar ao cargo.

“Temos preocupação zero com a Argentina”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante evento na quinta-feira.

Fernandez venceu o presidente Mauricio Macri em 15 pontos percentuais na votação primária de domingo e se colocou como favorito para vencer as eleições de outubro – alarmando os que temem o retorno das políticas populistas de Cristina Kirchner, vice da chapa.

“Se tivermos que revisar os acordos assinados por Macri com o resto do mundo, nós faremos”, disse Fernandez em discurso no final de junho. “Não me assusta assinar um acordo com a UE, o que me assusta é um acordo que nos pune mais do que já nos puniram.”

(Com a colaboração de Patrick Gillespie)

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!