Fitch rebaixa rating da Argentina de B para ‘CCC’ – Exame

A agência de classificação de risco de crédito Fitch rebaixou o rating da Argentina de ‘B’ para ‘CCC’, segundo comunicado publicado pela instituição nesta sexta-feira.

De acordo com a nota, o rebaixamento reflete “elevada incerteza de políticas” após os resultados das eleições primárias de domingo, nos quais o presidente Mauricio Macri ficou 15 pontos percentuais atrás da chapa representada pelo peronista Alberto Fernández e pela ex-presidente Cristina Kirchner.

No comunicado, a Fitch revisa de 1,7% para 2,5% sua projeção de contração da economia argentina em 2019. Além disso, a agência prevê estagnação em 2020, mas vê alto nível de incerteza dada a “falta de clareza sobre políticas econômicas cruciais após as eleições”.

A Fitch avalia que há “um aperto profundo das condições de financiamento e uma expectativa de deterioração do ambiente macroeconômico que aumenta a probabilidade de um calote soberano ou algum tipo de reestruturação”.

Na análise da instituição, o cenário de vitória da chapa Fernández-Kirchner representa maior risco de descontinuidade das política econômicas de Macri guiadas por um programa com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!