Ouro cai com menor busca por segurança, mas segue perto da máxima desde 2013 – Isto É

O contrato futuro do ouro encerrou a sessão desta sexta em queda, diante de movimento de menor busca por segurança e maior apetite por risco observado nos mercados. Contudo, em meio ao constante clima de incertezas no quadro internacional, o metal acumulou ganho sólido na semana e permanece perto das máximas desde 2013.

O ouro para entrega em dezembro negociado na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), recuou 0,50%, para US$ 1.523,60 a onça-troy. Na comparação semanal, o metal teve valorização de 1,0%.

A baixa do ouro registrada hoje ocorre paralelamente ao ensaio de recuperação nas principais bolsas ao redor do mundo, e o noticiário econômico desta sexta-feira não contou com notícias de forte impacto negativo. O avanço dos índices acionários e dos juros dos Treasuries refletem a menor procura por ativos mais seguros na sessão de hoje.

Desde o início do ano, o ouro futuro na Comex teve valorização de mais de 16%. O metal é beneficiado pelo sentimento de busca por segurança, alimentado pela persistente guerra comercial entre Estados Unidos e China, desaceleração econômica global, crise política na Itália, crescente violência nas manifestações em Hong Kong, tensões no Oriente Médio e risco de default na Argentina.

Além disso, analistas do Bank of America Merryll Lynch (BofA) destacam que a postura de relaxamento monetário adotada por bancos centrais tende a valorizar o ouro, impactando a rentabilidade de bônus em diversos países.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!