Intercept. Coaf: atual presidente é envolvido em vazamento de mensagens do time de Dallagnol – Isto É

The Intercept BR. Nova reportagem do site The Intercept Brasil, em parceria com o jornal Folha de S.Paulo, mostra que procuradores da operação Lava Jato também usaram o aplicativo de mensagens Telegram para conseguir informalmente dados sigilosos da Receita Federal sem seguir trâmites oficiais.

De acordo com a reportagem, a 16ª da série, o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, e seus colegas em Curitiba recorreram a um informante graduado dentro da Receita para levantar o sigilo fiscal de cidadãos sem que a Justiça tivesse autorizado a quebra. Esse funcionário é o atual presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), Roberto Leonel, nome de confiança do mnistro da Justiça, Sérgio Moro, que o levou para Brasília.

Na época das mensagens divulgadas pelo site, Leonel era auditor fiscal e chefiava a área de inteligência da Receita em Curitiba. A reportagem mostra que a relação entre Leonel e a força-tarefa era tão próxima que eles pediram para o auditor informações sigilosas de pessoas para verificar hipóteses sem que houvesse qualquer tipo de indício de crime. Leonel não respondeu ao pedido de entrevistas da reportagem.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!