Justiça tira passaporte de Claudio Oliveira, dono do Bitcoin Banco – Portal do Bitcoin

A justiça do Paraná reteve o passaporte de Claudio Oliveira, dono do Bitcoin Banco, na tarde de terça-feira (20) após suspeita de que ele poderia deixar o país rumo à Suíça nesta quarta-feira. As informações são do Valor Investe.

Também durante a tarde de terça, a sede do Bitcoin Banco recebeu a Polícia Militar, que cumpriu mandato de busca e apreensão referente a um processo de dois clientes que juntos possuem um saldo superior a R$ 1,4 milhão travado nas corretoras do Bitcoin Banco.

O juiz determinou que fosse realizada a busca e apreensão das criptomoedas no referido montante e transferido para a carteira virtual que os clientes possuem junto à exchange FlowBTC.

“A medida deverá ser efetivada por profissional de TI acompanhado por Oficial de Justiça e reforço policial na sede das requeridas, a quem deverá ser dado integral acesso ao local e sistemas computacionais necessários”, dizia o documento.

Em julho, pelo menos seis carros de Claudio Oliveira foram apreendidos após decisão da justiça em processo que corria também devido aos saques presos. Na ocasião, o empresário conseguiu manter seus carros de luxo após assinar um acordo com a acusação.

Em nota, a empresa disse que “O GBB afirmou tem estado à disposição de seus clientes e da Justiça desde o início da crise que afetou sua operação, e que foi denunciada à autoridade policial.

No dia 24 de maio, a empresa informou a descoberta de uma ação criminosa pela qual, valendo-se de uma brecha na plataforma das exchanges do GBB, um grupo de clientes duplicou os saldos de suas contas e efetuou saques indevidos, de dinheiro que não existia, num golpe calculado em R$ 50 milhões.

Desde então, um conjunto de ações foi adotado para superar os efeitos da fraude e regularizar o pagamento dos saques solicitados”.

Sem saída

Buscando soluções, Claudio Oliveira anunciou, em áudio divulgado nos grupos de WhatsApp, que relançaria sua plataforma de venda de produtos Get4Bit.

O objetivo é pagar os clientes com produtos oferecidos pela loja, que vão desde iPhones, eletrodomésticos e jóias até motocicletas. Na última vez, quando tentou pagar clientes com iPhones, a justiça bloqueou todos os smartphones e frustou os planos no empresário.

Por fim, o Bitcoin Banco anunciou no final da noite de terça-feira o lançamento de um portal de notícias chamado Breakchain. O Breakchain, diz o site, é “um portal de notícias, pertencente ao Grupo Bitcoin Banco, direcionado ao mercado das criptomoedas e a todos os nossos clientes e leitores”.

O post Justiça tira passaporte de Claudio Oliveira, dono do Bitcoin Banco apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!