Exclusivo: O que diz o relatório da auditoria sobre a Atlas Quantum – Portal do Bitcoin

O Portal do Bitcoin teve acesso na tarde desta sexta-feira (23) ao relatório de auditoria da Atlas Quantum feito pela empresa de contabilidade Grant Thornton.

Após meses de negociação, o contrato foi fechado em março de 2019, embora a divulgação tenha começado nesta semana. Avaliação focou na Atlas International LTDA, a responsável pelo algorítimo de arbitragem e que tem sede nas Ilhas Virgens Britânicas.

Não foi permitido fotografar o relatório ou copiar longos trechos para reprodução. A leitura foi acompanhada por um funcionário do departamento de Relações Públicas da Atlas. O documento é privado e incompleto. Uma nova versão está sendo preparada para ser divulgada para o grande público.

O relatório, que foi emitido hoje, tem quatro páginas e é assinado por Thiago Kurt de Almeida Costa Brehmer, um dos sócios da empresa de auditoria.

Os procedimentos da auditoria tem como data-base do dia 2 de agosto entre 9h30 e 10h. A conclusão da verificação diz que a Atlas Quantum possui 15.226,1 Bitcoin e 34.793.966,2 milhões de criptodólares, termo referente a uma cesta de stablecoins.

O relatório abre com uma espécie de acordo entre as partes. Ou seja: a responsabilidade pela geração das informações e registro é da Atlas e a Grant Thorton deverá emitir o relatório da aplicação dos procedimentos acordados. O mecanismo tem um objetivo: validar a custódia de criptomoedas nas corretoras nas quais a Atlas opera.

As corretoras listadas são as seguintes: Exmo, Bitfinex, Bittrex, Tidex, Binance, Hitbtc, Poloniex e Bitstamp. Foram consideradas as que tinham saldo no momento.

Os procedimentos adotados foram sete, tal como descritos no relatório.

  • Viram o login em cada corretora;
  • Observaram o KYC nas corretoras e confirmação da titularidade;
  • Viram o saldo em BTC e criptodólares da Atlas nas corretoras pré-transação de “saque de validação”;
  • Viram saques nas corretoras com valor determinado pela Grant Thorton. O número não está descrito;
  • Verificaram saldo em BTC e criptodólares nas corretoras pós-transação de “saque de validação”;
  • Viram os saques realizados na Blockchain;
  • Viram a soma dos saldos em BTC e criptodólares nas corretoras pós-transação de “saques de validação”;

Saques atrasados

O diretor institucional da Atlas, Bruno Peroni, presente no final da reunião, comemorou a chegada do relatório. Ele também explicou algumas questões: por exemplo, o documento não é uma auditoria contábil:

“A definição de auditoria é auditoria das demonstrações contábeis. O que eles fizeram foi um PPA. Procedimentos previamente acordados, que foram sete. E o relatório é em cima deles, com foco no valor total sob custódia”, disse Peroni.

Sobre o atraso dos saques na plataforma, ele disse tinham passado para quatro dias, confirmando os relatos de diversos usuários. O volume de saques decorrentes crise provocada pela notificação da CVM foi considerado relevante e bem acima da média.

Peroni ainda não sabe quando os saques voltarão para D+1. O problema, disse, também foi causado por problemas nas exchanges pois a empresa está em um momento de “troca da titularidade das contas provocada pela mudança de Delaware para as Ilhas Virgens”.

CVM e Atlas Quantum

Os problemas mais recentes da Atlas Quantum começaram depois que a CVM determinou que a Atlas Quantum pare ofertar títulos ou contratos de investimento coletivo.

O comunicado cita quatro empresas da Atlas e seu fundador, Rodrigo Marques. Conforme o texto, a remuneração do produto oferecido “estaria atrelada ao resultado dos esforços das empresas na negociação de criptoativos por meio do algoritmo intitulado ‘Quantum”’.

Caso a oferta seja mantida haverá a aplicação de uma multa diária no valor de R$ 100.000.

empresa argumentou que CVM mandou que ela apenas parasse com a publicidade. Alguns especialistas, porém, discordaram da interpretação e afirmaram que é referente aos contratos estabelecidos com os clientes.

O post Exclusivo: O que diz o relatório da auditoria sobre a Atlas Quantum apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!