Salim começa devagar para não assustar, diz Guedes sobre privatizações – Exame

São Paulo – O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o secretário especial de desestatização Salim Mattar está começando as privatizações devagar “para não assustar”, mas que o processo será acelerado e “em exponencial ao longo do governo”.

Guedes discursou por uma hora na 46ª edição do evento Melhores & Maiores, promovido por EXAME na noite desta segunda-feira (26).

O ministro defendeu que o Estado seja desaparelhado para que sobre espaço para investimentos em outras áreas e diz que está otimista com a velocidade das desestatizações. “Vou tentar privatizar todas, mas depende do presidente…O diagnóstico é simples: vender vender e vender”.

Guedes ressaltou que o Brasil saiu de 18% de gastos públicos em relação ao PIB durante a ditadura militar para 45% do PIB no governo Dilma Rousseff.

Na semana passada, o governo anunciou uma lista de empresas que serão desestatizadas. Foi o primeiro grande anúncio sobre o assunto dos sete primeiros meses de governo.

Ao invés das 17 inicialmente previstas, porém, foram divulgados os nomes de nove companhias. Correios, ABGF, Emgea, Serpro, Dataprev, Ceagesp, Codesp, Ceitec e Telebrás.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!