Exchanges do grupo Bitcoin Banco ficarão fora do ar por sete dias – Portal do Bitcoin

A partir da meia-noite de domingo (01), as exchanges TemBTC e NegocieCoins, ambas do grupo Bitcoin Banco, ficarão fora do ar. A promessa é que elas retornem ao ar em sete dias, conforme o comunicado divulgado pela empresa.

Segundo o texto, o objetivo da medida é a “parametrização e reformulação das exchanges, juntamente com a normalização dos pagamentos diários, a partir do processo de revalidação de cadastro dos clientes já ativos”.

A empresa afirma serão implantados novas práticas para aumentar a segurança das operações e que oferecerá uma plataforma mais profissional. Diz também que a origem das mudanças foram de recomendações da empresa de auditoria EY.

Apesar das exchanges fora do ar, diz a nota, os escritórios em Curitiba e São Paulo estarão funcionando, assim como o chat de atendimento.

Crise do Bitcoin Banco

Desde o dia 17 de maio, o Bitcoin Banco vem segurando os saques dos clientes. A empresa afirmou que a crise ocorreu devido a uma invasão hacker, que gerou R$ 50 milhões de prejuízo.

Diante da crise, dezenas de pessoas entraram com processos contra os sócios da Bitcoin Banco e seu fundador, Claudio Oliveira. Em agosto, a grande imprensa começou a cobrir o caso e apelidou Oliveira, ironicamente, de “rei do bitcoin”.

Além disso, o fundador do GBB teve o passaporte apreendido e a sede da empresa recebeu visitas da polícia para a realização de mandados de busca e apreensão.

Em junho, a Justiça do Paraná, por meio da 25ª Vara Cível de Curitiba, mandou intimar as empresas do grupo econômico, formado pela CLO participação e investimentos S/A; Grupo Bitcoin Banco; as exchanges Negociecoins e TemBTC entre outras a apresentar um documento produzido por uma auditoria externa independente a fim de atestar as supostas fraudes praticadas pelos requeridos.

Além disso, os saques suspensos motivaram aqueles investidores que não puderam ter acesso ao seu dinheiro e a tampouco às suas criptomoedas a entrarem com ações judiciais.

Numa outra ação, a Justiça mandou bloquear quase R$ 6 milhões das principais empresas do grupo. Contudo, as contas estavam vazias. O valor bloqueado foi de R$ 130 mil, sendo R$ 122 mil na BAT exchange.

Em uma das ações, os carros de luxo do empresário chegaram a ser confiscados. As partes, contudo, chegaram a um acordo, que está em segredo de Justiça, e os veículos ficaram na garagem da empresa.

O post Exchanges do grupo Bitcoin Banco ficarão fora do ar por sete dias apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!