Expectativa era que economia do Brasil crescesse 2,5% este ano, diz Mourão – Exame

Um dia depois da divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre do ano, com uma variação positiva de 0,4%, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, admitiu que a expectativa do governo era de que a economia do Brasil crescesse 2,5% este ano e que com o fraco desempenho estão arrecadando menos.

“Estamos no agiota, pagando R$ 400 bilhões de juros por ano, um déficit de R$ 139 bilhões, com um Orçamento que tinha sido calculado para crescer 2,5%, mas estamos crescendo menos”, ressaltou, durante discurso na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), onde evitou falar com a imprensa.

Segundo ele, o ministro da Economia, Paulo Guedes, “está raspando o tacho da Caixa Econômica Federal e do BNDES” para tentar fechar a conta do governo este ano e atender ao pedido de dinheiro para os ministérios.

De acordo com Mourão, todos os ministérios estão em dificuldade, “com as gargantas sedentas”, e incluiu nessa lista as Forças Armadas, “que estão enfrentando uma situação complicadíssima”, afirmou, sem dar detalhes, dizendo que “é preciso colocar o Brasil nos trilhos”.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!