Zero10 Club vira Genbit e é suspeita de ofertar investimentos após proibição da CVM – Portal do Bitcoin

Mesmo após a proibição da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o grupo empresarial Gensa Serviços Digitais, que representa a Zero10Club, ainda vem fazendo oferta pública de contrato de investimento coletivo, mas de forma mais discreta: por meio da Genbit.

De acordo com um investidor que não quis se identificar, a empresa continua a oferecer rendimentos de 15% ao mês por meio de um programa de vantagens. Essa oferta, contudo, não vem sendo feita de mesma forma que antes.

O grupo não oferece publicamente esses investimentos coletivos por meio do site da Zero10 Club, hoje fora do ar, mas sim pela página da Genbit, empresa do mesmo grupo. A outra estratégia adotada foi de que para a pessoa ter acesso a essa informação sobre o programa de vantagens com promessas de cashback que vão até 440%, ela tem de primeiro se cadastrar.

Na página inicial da Genbit não há informações sobre programas de vantagem ou produtos semelhantes. Somente após o cliente fazer o login que o site redireciona ela para uma outra página na qual constam os programas com promessas de altos retornos financeiros.

Resposta da Genbit

Por meio de sua assessoria de comunicação, a empresa disse que o serviço nada tem a ver com a Zero10Club e que se trata de um programa de fidelidade chamado Treep.

“O serviço é um Clube de Vantagens chamado Treep, que nada tem a ver com a Zero10.Club. Trata-se de um e-commerce muito parecido com vários existentes no mercado mundial, inclusive de companhias aéreas, que os utilizam para fins de programa de fidelidade.”

Na mesma nota enviada ao Portal do Bitcoin, os responsáveis pela Genbit afirmam que esse cashback se assemelharia aos programas de milhas aéreas e que os clientes dessa companhia poderiam trocar os pontos por produtos e serviços.

“No Treep, como nestes programas das empresas aéreas, a pessoa adquire pacotes, obtém pontos e bônus de pontuação. Os pontos são trocados por produtos e serviços dentro de uma plataforma de marketplace digital. Não é, portanto, um clube de investimentos, mas um programa de comércio. O Treep, em resumo, é um clube de vantagens que tem como parceira homologada a Genbit, exchange voltada à compra e à venda de bitcoins. A novidade, em comparação com os marketplaces tradicionais, é que os pacotes de pontos são adquiridos com o uso de criptoativos”.

Apesar de constar os termos “lucro” e haver venda de pacotes chamados connection, a empresa afirmou que não se trataria de retorno financeiro e que não estaria promovendo venda de pacotes de investimentos.

Proibidos pela CVM

O grupo Gensa está proibido pela CVM desde o dia 26 de março de fazer oferta pública de investimentos. A Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) da CVM, havia, por meio da Deliberação CVM 813. ordenado a suspensão atuação irregular da empresa sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

Mesmo após a emissão desse documento, a empresa que representa a Zero 10 Club e a Genbit ainda vinha ofertando publicamente, por meio da página www.zero10.club/index.html, contratos que se enquadram no conceito legal de valor mobiliário. A CVM, então, resolveu expedir um novo alerta e resolveu aumentar o valor da multa a qual poderia chegar a até R$ 300 mil.

Na época, a empresa se defendeu afirmando que era algo estranho uma vez que ela sempre mantinha o canal aberto de diálogo com a autarquia.

O post Zero10 Club vira Genbit e é suspeita de ofertar investimentos após proibição da CVM apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!