Avança negociação entre Brasil e Equador para exportação de boi vivo

O Ministério da Agricultura anunciou que recebeu, nesta quarta-feira (11), comunicado das autoridades do Equador informando da aceitação do Certificado Zoosanitário Internacional proposto pelo Brasil para a exportação de bovinos vivos. As negociações para a abertura do mercado equatoriano começaram em 2014.

No ano de 2018, o Brasil exportou US$ 535 milhões em bois vivos, para todos os continentes. Outros US$ 6,5 bilhões de dólares foram exportados em carne bovina.

Segundo nota conjunta dos ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a exportação de animais vivos é uma alternativa para os produtores rurais de todo o país. “O avanço do Brasil no mercado de bovinos vivos é um testemunho do alto padrão genético e da qualidade dos animais brasileiros e um reconhecimento da confiança internacional na defesa agropecuária brasileira”, diz a nota.

A Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, fez viagens para a China e Japão neste ano e uma das pautas dos encontros internacionais era a ampliação da exportação brasileira de bovinos vivos.

Hoje a ministra e uma comitiva de empresários embarcaram para o Oriente Médio, onde vão visitar quatro países para tentar abrir os mercados para outros produtos brasileiros. A comitiva retorna para o Brasil no dia 23.

Edição: Denise Griesinger

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!