Primeiro teleton pelo clima arrecada € 2,4 milhões na Dinamarca – Isto É

Notas de vinte euros – AFP/Arquivos

Os dinamarqueses doaram neste sábado (14) 2,4 milhões de euros (2,6 milhões de dólares) para plantar árvores, durante um teleton considerado o primeiro do mundo a favor do clima.

Para cada donativo de 20 coroas (US$ 3, € 2,7) será plantada uma árvore, mas a quantia arrecadada permitirá o plantio de 914.233.

Vinte por cento das doações serão dedicadas à conservação de florestas já existentes na Dinamarca e no exterior.

O objetivo do evento, filmado em um parque recreativo perto da capital, Copenhague, e retransmitido ao vivo pela emissora pública de televisão TV2, era arrecadar 20 milhões de coroas, o que teria permitido plantar um milhão de árvores neste país escandinavo.

“É uma forma positiva de inspirar as pessoas, mostrando-lhes como um gesto simples pode ser decisivo para lutar contra a crise climática”, explicou à AFP Kim Nielsen, diretor da fundação Growing Trees Network, que participa do projeto.

“É a primeira vez que um programa de caridade na televisão se concentra nos problemas climáticos, é muito emocionante”, acrescentou.

Oitenta e três por cento dos dinamarqueses consideram que as mudanças climáticas são um “problema muito grave”, segundo uma pesquisa das instituições europeias, publicada em abril.

Segundo especialistas, o replantio maciço poderia contribuir para reduzir consideravelmente a concentração de CO2 na atmosfera.

“Em escala mundial, um milhão de árvores não é muito, mas a ideia é que as pessoas se conscientizem sobre o que podem fazer”, disse Nielsen.

As primeiras árvores serão plantadas entre o final de outubro e o final de novembro, em zonas protegidas pertencentes a alguns municípios, o Estado ou a Igreja na Dinamarca.

Neste país nórdico, a superfície de vegetação aumenta de forma constante desde o final do século XIX e atualmente cobre 14% do território.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!