Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), teve um aumento de 0,3% na passagem de agosto para setembro. Foi a segunda alta consecutiva do indicador, que atingiu 92,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o melhor resultado desde fevereiro (98,5 pontos).

Com base no resultado, a CNC espera que haja um incremento gradual das vendas do comércio até dezembro, já que as famílias continuam se mostrando mais dispostas a consumir, devido a questões como a estabilidade dos preços e o uso de recursos do FGTS para abater dívidas.

Quatro dos sete componentes apresentaram alta, com destaque para compras a prazo (2,2%) e pela perspectiva de consumo (1,1%). Por outro lado, entre os três componentes em queda, o principal recuo foi na renda atual (-0,6%).

Na comparação com setembro de 2018, a intenção de consumo cresceu 6,4%, puxada principalmente também pela compra a prazo (10,6%) e perspectiva de consumo (9,7%).

 

 

*O título da matéria foi alterado às 12h04 para correção de informação. O crescimento se refere a setembro, e não agosto – como informado inicialmente

Edição: Maria Claudia

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!