Boi: Embarque Segue Intenso; China se Torna Maior Destino de Carne Nacional – Investing.com

As exportações de in natura começaram outubro em ritmo forte, somando, em apenas quatro dias úteis, 31,14 mil toneladas, de acordo com dados da Secex. A média diária de embarques está em 8,03 mil toneladas, contra 5,89 mil toneladas em setembro e 6,17 mil toneladas em outubro do ano passado. Caso esse ritmo se mantenha até o final deste mês, as vendas externas podem somar 160 mil toneladas, um recorde. A China, importante parceira comercial do Brasil, passou a ser o principal destino da carne brasileira bovina nos últimos dois meses, ultrapassando a até então líder, Hong Kong. E esse contexto deve se intensificar nos próximos meses, tendo em vista que a produção chinesa de carne suína tem sido prejudicada pela Peste Suína Africana (PSA), que tem reduzido drasticamente a oferta doméstica da proteína e elevado, por sua vez, a demanda internacional tanto pela carne suína quanto pela bovina e de frango. Vale lembrar, também, que o país asiático habilitou 17 novas plantas frigoríficas brasileiras para exportar carne à China.

SUÍNOS: PREÇOS DO ANIMAL VIVO SOBEM, MAS OS DA CARNE RECUAM

As cotações do suíno vivo estão em alta neste início de outubro, segundo dados do Cepea. A demanda aquecida de frigoríficos por animais para abate e a dificuldade de encontrar novos lotes em peso ideal justificam esse cenário. Quanto aos preços da carne, por outro lado, colaboradores do Cepea relatam dificuldades em repassar os reajustes nos valores do animal vivo à proteína. Em relação aos embarques de carne suína in natura, a Secex aponta que houve aumento de 13% entre agosto e setembro, totalizando 49,8 mil toneladas no mês passado – desse volume, 46% tiveram a China como destino.

ESPECIAL: WORKSHOP “BRAZIL-CHINA: STUDIES AND PERSPECTIVES”

O workshop “Brazil-China: studies and perspectives”, realizado pela equipe do Cepea, reúne pesquisadores brasileiros e chineses de diversas áreas ligadas à Agronomia e à Economia Agrícola. O encontro tem como objetivo discutir as pesquisas atualmente desenvolvidas em ambos os países, compondo uma das atividades do consórcio entre a Esalq e a China Agriculture University. O workshop teve a primeira sessão nessa terça-feira, 8, e será finalizado hoje, das 8h30 às 12h30, na sala da Congregação, no Prédio Central da Esalq, com entrada gratuita e emissão de certificado de participação.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!