Bitcoin cai US$ 500 mas preço fica estável no Brasil com alta do dólar após risco de soltura do Lula – Portal do Bitcoin

O preço do bitcoin amanheceu em queda nesta sexta-feira (08) e, às 11h45 bateu US$ 8.681, registrando a menor cotação desde 25 de outubro.

No Brasil, a queda foi de apenas R$ 600, com a criptomoeda sendo negociada a R$ 37.100 às 15h55.

A alta do dólar no Brasil fez com que o preço do BTC tivesse pouca volatilidade em Real. O dólar chegou a R$ 4,15 nesta sexta impulsionado pela decisão do STF de derrubar a possibilidade de prisão depois de condenação em segunda instância, que possibilitou a saída de lula da prisão, e de um possível acordo comercial entre EUA e China.

Para os analistas do RadarBTC, o acordo entre EUA e China para reduzir barreiras tarifárias é o principal indicativo de melhora na confiança dos investidores. Além disso, eles apontam para as taxas de juros de países como a França e Bélgica saindo do negativo.

O Ouro e prata também tiveram fortes quedas nas últimas horas. O ouro registrou sua pior semana nos últimos três anos.

Apesar da queda de 7% em novembro, o bitcoin segue em alta de 4% no terceiro trimestre.

Mercado em queda

Impulsionadas pelo Bitcoin, todas as dez principais criptomoedas operam em queda nesta sexta-feira.

Ethereum (ETH) cai 1,35% e é negociada a US$ 185 enquanto Ripple (XRP) cai 4,54% cotada a US$ 0,278.

A capitalização do mercado registra US$ 238 bilhões enquanto o bitcoin representa 66.6% dela, com US$ 160 bi.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

O post Bitcoin cai US$ 500 mas preço fica estável no Brasil com alta do dólar após risco de soltura do Lula apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!