Indicador de desemprego (ICD) avança 3,1 pontos em novembro ante outubro, diz FGV – Isto É

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) subiu 2,6 pontos na passagem de outubro para novembro, para 88,4 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira, 10. Em médias móveis trimestrais, o indicador avançou 0,5 ponto.

“O Indicador Antecedente de Emprego voltou a avançar em novembro recuperando a queda observada em outubro. Contudo, a virtual estabilidade do indicador em médias móveis trimestrais, pelo segundo mês consecutivo, reforça o cenário de dificuldades de avanços mais expressivos do mercado de trabalho, sugerindo continuidade da recuperação em ritmo gradual”, avaliou Rodolpho Tobler, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) aumentou 3,1 pontos em novembro ante outubro, para 96,1 pontos. Em médias móveis trimestrais, o indicador subiu 0,9 ponto.

“Depois de cinco meses, o ICD voltou a ficar acima dos 95 pontos. O patamar elevado do indicador e a piora observada em novembro sugerem que ainda há um longo caminho para reduções em ritmo mais forte da taxa de desemprego”, completou Rodolpho Tobler.

O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto maior o número, pior o resultado. Já o IAEmp sugere expectativa de geração de vagas adiante, quanto maior o patamar, mais satisfatório o resultado.

O ICD é construído a partir dos dados desagregados, em quatro classes de renda familiar, da pergunta da Sondagem do Consumidor que procura captar a percepção sobre a situação presente do mercado de trabalho. O IAEmp é formado por uma combinação de séries extraídas das Sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, todas apuradas pela FGV. O objetivo é antecipar os rumos do mercado de trabalho no País.

No IAEmp, seis dos sete componentes contribuíram positivamente para o resultado de novembro, com destaque para a Tendência dos Negócios da Indústria, que subiu 6,4 pontos.

No ICD, o avanço foi puxado pelas duas classes de renda familiar intermediárias: famílias com renda mensal entre R$ 2.100.00 e R$ 4.800.00 (7,4 pontos) e entre R$ 4.800.00 e R$ 9.600.00 (6,0 pontos).

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!